Novidades

Treinador estupra a própria filha de apenas 10 meses



Um homem de 29 anos foi considerado culpado pela morte da filha, de 10 meses, após a criança ter sido estuprada pelo próprio pai. Ele é treinador de futebol americano. De acordo com o Fox News, Austin Stevens, da Pensilvânia, foi acusado, nesta terça-feira (6), de abuso sexual agravado, estupro de menor, e de outros crimes por colocar em perigo o bem-estar de uma criança. 

O advogado Kevin Steele, afirma que este caso "é profundamente perturbador". "É difícil imaginar que a morte desta criança fosse ainda mais traumática. A agressão sexual a uma criança é uma coisa hedionda e depois a inação do seu pai para lhe salvar a vida levou à morte desta criança", disse.

Após o estupro, a criança teria ficado inconsciente. Segundo a Fox News, o pai teria recorrido ao motor de busca do Google para entender como identificar se a menina estava morta e só uma hora depois ligou para os serviços de emergência médica. Quando os médicos chegaram no local, a menina foi encontrada com a fralda suja de sangue. Pouco tempo depois de chegar ao hospital foi confirmada a morte dela. 

Ainda segundo a Fox, as autoridades revelaram que Stevens era treinador de futebol de uma equipe juvenil e tinha um acordo de custódia com a mãe da criança. Ele foi detido e encaminhado para o Estabelecimento Prisional do Condado de Montgomery. Stevens terá que pagar uma fiança de um milhão de dólares para ser liberado. Se condenado, ele pagará pena de prisão perpétua.


*Radar da Bahia

Nenhum comentário