Novidades

 


Cartão do SUS não será obrigatório para se vacinar contra covid-19; entenda


As pessoas que irão se vacinar contra a covid-19 no Brasil não serão obrigadas a apresentar o Carão Nacional de Saúde (CNS). De acordo com o plano imunização do governo federal, todas as pessoas serão vacinadas contra o novo coronavírus, mesmo que não apresentem algum documento. Elas precisam apenas comprovar que pertencem ao grupo correspondente à fase de vacinação.

Porém, para que seja realizado um controle, o Ministério da Saúde afirmou que é importante o cidadão informar número do CPF ou apresentar ou apresentar o CNS (conhecido como Cartão do SUS).

"Para o acompanhamento em tempo real da situação vacinal de cada cidadão brasileiro, o Ministério da Saúde disponibilizou o aplicativo Conecte SUS. Por ele, cada dose aplicada será registrada na carteira digital de vacinação do usuário, identificado por meio do CPF ou do Cartão Nacional de Saúde (CNS). Também serão registrados o tipo de vacina, seu lote de fabricação e a data em que foi tomada a dose", diz a pasta, em nota.

O Ministério da Saúde reforça que “ninguém será impedido de receber atendimento por não portar ou ter um cartão do SUS”.

Cartão do SUS
O CNS armazena os dados individuais de casa usuário do Sistema Único de Saúde, como datas de exames, cirurgias e internações, além de quais vacinas foram todas.

O documento pode ser retirado gratuitamente e precisa ser feito pessoalmente na Secretaria de Saúde, nas Unidades de Pronto-Atendimento ou nas prefeituras-bairro da cidade.

Para que o cartão seja confeccionado, é preciso apresentar RG, CPF, certidão de nascimento ou casamento. Em alguns locais, é solicitado também um comprovante de residência.

É possível emitir a segunda via do documento ou acessá-lo virtualmente através do portal (clique aqui) ou aplicativo Conecte SUS (disponível para Android e iOS). Ele substitui a versão impressa do cartão.



*IBahia

Nenhum comentário