Novidades


 

 


Leo Prates lamenta reabertura de escolas em Mata de São João


O secretário de Saúde de Salvador, Leo Prates (PDT), lamentou o retorno das aulas presenciais em três escolas de Mata de São João, Região Metropolitana de Salvador (RMS). A medida foi anunciada pela prefeitura do município nesta segunda-feira (22).

"Não cabe a mim opinar, mas cabe a mim constatar que eventuais doentes lá vão vir pra Salvador se tratar. Acho que tínhamos que agir como um bloco para salvar vidas. Não cabe a mim contestar, mas cabe a mim lamentar", afirmou o secretário. 

O projeto da cidade determina que o retorno será facultativo e seguirá protocolos de distanciamento social, revezamento de alunos e medidas de higiene. As aulas remotas irão continuar a ocorrer diariamente. Em entrevista ao apresentador José Eduardo durante o Balanço Geral da Record TV Itapoan, Prates criticou a decisão tomada por João Gualberto (PSDB), prefeito da cidade e da base de aliança do grupo político capitaneado pelo ex-prefeito ACM Neto (DEM), o qual o pedetista integra. 

"Minha aliança é com o SUS, com a vida e com a ciência. Atuamos com a Região Metropolitana de Salvador. A população de Mata de São João, apesar dele [Gualberto] apresentar dados positivos, é uma população flutuante. Inclusive bastante gente de classe média de Salvador que está lá", declarou Prates.

A prefeitura da cidade na RMS informou que apenas pessoas indispensáveis ao funcionamento e que não apresentem fatores de risco poderão acessar as unidades de ensino. Caso ocorra contaminação entre estudantes ou de professores, a instituição deverá ser interditada por 14 dias, retornando para o modelo de aulas 100% online durante este período.



*BNews

Nenhum comentário