Novidades

 


Na Bahia, 364 mulheres foram vítimas de feminicídio entre 2017 e 2020



Na Bahia, no período de 2017 e 2020, 364 mulheres foram vítimas de feminicídio, ou seja, uma morte a cada quatro dias somente no estado. De acordo com a Superintendência de Estudos Econômicos e Sociais da Bahia (SEI), em parceria com a Secretaria de Segurança Pública da Bahia (SSP-BA), esse é um fenômeno crescente a uma taxa média anual de 13,2%.

A SEI e a SSP divulgaram nesta segunda-feira (8), um estudo inédito sobre feminicídio na Bahia. A partir do levantamento, foi observado um incremento da incidência de casos: 1,0 mulher assinada a cada 100 mil baianas em 2017, para 1,5 em 2020. Segundo os órgãos, esse é um tipo de crime que ocorre, sobretudo, dentro do lar e a partir de uma relação afetiva entre o autor e a vítima, geralmente com arma branca, que são responsáveis por 48,5% dos crimes.

Fonte: Secretaria de Segurança Pública da Bahia (2021). Elaboração SIAP / SSP-BA; Coest / SEI.

O perfil das vítimas, ainda conforme os dados, são as mulheres negras, entre 30 e 49 anos, com cônjuge.





*Bahia.Ba 

Nenhum comentário