Novidades


 

 


Prefeitura do Rio de Janeiro abre processo para demitir mãe do menino Henry


A Prefeitura do Rio de Janeiro abre nesta sexta-feira (9) um processo administrativo para expulsar Monique Medeiros Costa e Silva de Almeida, a mãe do menino Henry do Borel e suspeita de tê-lo matado. A informação é da coluna de Guilherme Amado, da revista Época.

Segundo o prefeito Eduardo Paes, ela deverá ser demitida. O procurador do município, Daniel Bucar, afirmou que já foi cortado um terço do salário da servidora. O processo de expulsão se baseará na violação do Código de Ética do Servidor.

Monique é professora concursada da Secretaria de Educação do município e deu aula no ensino infantil da Escola Ariena Vianna da Silva, em Senador Camará, na Zona Oeste do Rio. Lá, chegou a diretora.

Depois, foi cedida para o Tribunal de Contas do Município, que a devolveu na quinta-feira (8) para a prefeitura.




*Bahia.Ba

Nenhum comentário