Novidades

 


Situação de bares e restaurantes é crítica, aponta pesquisa feita pela Abrasel


Por conta da crise gerada pela pandemia da Covid-19, a situação de bares e restaurantes é crítica. É o que aponta uma pesquisa realizada pela Abrasel, associação que cuida do segmento no país, entre os dias 1 e 5 de abri, com mais de 2 mil donos de estabelecimentos.

De acordo com a pesquisa divulgada neste sábado (10), 91% dos empresários entrevistados relataram problemas para pagar salários em abril – sendo que 76% já tiveram dificuldades para pagar a folha de março. Além disso, 73% tiveram de demitir empregados nos três primeiros meses do ano. Isso é resultado direto do faturamento baixo (82% trabalharam no prejuízo em março) e do alto endividamento: 76% dos respondentes têm algum tipo de pagamento em atraso, principalmente impostos, aluguéis e fornecedores – 70% destes estão com parcelas do Simples vencidas.

“Estamos há mais de dois meses na espera de uma nova MP dos salários, que permita a suspensão de contratos ou redução de jornada, com a contrapartida do BEm, o benefício emergencial. Em janeiro nós já alertamos o governo federal de que a situação ficaria crítica. Sem isso, mesmo caminhando para a reabertura, muitos estabelecimentos não irão aguentar. As ajudas em alguns estados e municípios foram bem-vindas, mas insuficientes”, diz o presidente da Abrasel, Paulo Solmucci.

Na Bahia, por conta da alta nos índices de ocupação dos leitos de UTI Covid, o governador Rui Costa (PT) adotou medidas mais rígidas de distanciamento social que, entre outras ações, determinou o fechamento de bares e restaurantes em parte do estado. Em Salvador, a medida teve fim, após mais de um mês de validade, nesta semana. Contudo, os estabelecimentos funcionam em horário reduzido e não podem comercializar bebidas alcóolicas neste fim de semana. 




*Bahia Notícias

Nenhum comentário