Novidades


 

 


Anvisa, Fiocruz e Butantan terão que ir à Câmara explicar efeitos das vacinas em grávidas


Representantes da Anvisa, Fiocruz e Butantan terão que ir à Comissão Especial de Enfrentamento ao Coronavírus nesta quarta-feira (12) para explicar por que o Plano Nacional de Vacinação incluiu grávidas se não havia qualquer estudo nacional nem internacional envolvendo esse grupo.

Segundo a coluna de Lauro Jardim, do jornal O Globo, um requerimento neste sentido foi sugerido pelo presidente da Comissão, deputado Dr Luizinho, e aprovado por unanimidade pelo colegiado na tarde desta quarta. A pergunta central da comissão será: por que não foi feito um alerta de maneira transparente?

Na noite de terça-feira (11), a Anvisa recomendou a suspensão imediata da aplicação em grávidas da vacina contra Covid da AstraZeneca/Fiocruz. Atualmente, 22 estados já concordaram com a recomendação.

O alerta aconteceu após a morte de uma grávida no Rio de Janeiro após tomar a primeira dose da vacina Oxford AstraZeneca. Casos de trombose já haviam sido relatados, sobretudo na Europa como efeito colateral da vacina da AstraZeneca.



*Bahia.Ba

Nenhum comentário