Novidades


 

 


Contra freguesia e retrospecto em finais, Bahia busca redenção na finalíssima do Nordestão


Neste sábado (8), o Bahia enfrenta o Ceará no segundo jogo da final da Copa do Nordeste, em Pituaçu, às 16h. Classificado para a próxima fase do estadual (que inclusive disputa com o time de transição logo após a partida pelo Nordestão), o Tricolor de Aço tenta quebrar o péssimo retrospecto em decisões contra o Vozão: nas últimas duas finais do Nordestão em que os times se enfrentaram, o Alvinegro saiu com o título. É a quinta final da competição que o Bahia disputa em sete anos, e conquistou apenas uma.


Depois de perder a partida de ida por 1 a 0, o Esquadrão vai ter que mostrar a eficiência do melhor ataque do Brasil contra a melhor defesa da competição: o Ceará não levou gol nos últimos seis jogos disputados no Nordestão. Com a zaga desfalcada, se o Bahia vencer, repetindo o placar do primeiro jogo, o título será decidido nos pênaltis.

O Bahia tem hoje 47 gols em 25 jogos (36 marcados pelo time principal) em todas as competições que disputa. Nesses jogos, foram 27 gols marcados e 6 sofridos, sendo 4 com Conti e Luiz Otávio, a atual dupla de zaga. Além disso, o time de Dado Cavalcanti se especializou em goleadas: até agora, são cinco partidas com mais de 4 tentos. 

Mesmo assim, o Tricolor de Aço vem de dois jogos onde a torcida esperava mais. O Bahia começou levando dois gols de pênalti na disputa pela liderança do grupo B, contra o Independiente, na Sul-Americana. Nessa partida, após conquistar o empate, Gilberto teve a chance de virar o jogo mas desperdiçou uma penalidade máxima. Já contra o Ceará, na ida, pouco criou e saiu perdendo por 1 a 0.

Comandado pelo experiente Guto Ferreira, o Ceará tem excelente retrospecto dentro de casa: tem 10 jogos de invencibilidade em seus domínios, e ainda não perdeu na atual temporada jogando no palco da final da Copa do Nordeste, o Castelão. Com a melhor defesa do Nordestão, o Vozão sofreu apenas 3 gols nas 10 partidas que teve na competição. Após vencer o Bahia no jogo de ida, empatou duas seguidas - uma no estadual e outra na Sul-Americana, com os reservas - e venceu seu último confronto: 1 a 0 em cima do Crato, pelo Campeonato Cearense.

Ficha técnica:
Ceará x Bahia, jogo de volta da final da Copa do Nordeste;
Onde: Castelão, Fortaleza;
Quando: sábado, 7 de maio, às 16h (de Brasília);

Provável time do Bahia: Matheus Teixeira; Renan Guedes, Conti, Juninho e Matheus Bahia; Matheus Galdezani, Daniel e Thaciano; Rodriguinho, Rossi e Gilberto. Técnico: Dado Cavalcanti.


Provável time do Ceará: Richard; Buiú, Messias, Luiz Otávio e Bruno Pacheco; Pedro Naressi e Oliveira; Lima, Vina, Mendoza e Felipe Vizeu. Técnico: Guto Ferreira.


Arbitragem: Dênis da Silva Ribeiro Serafim (AL), auxiliado por Esdras Mariano de Lima Albuquerque (AL) e Brigida Cirilo Ferreira (AL).




*Metro1




Nenhum comentário