Novidades

 


Governo do Maranhão multa Bolsonaro por provocar aglomeração e não usar máscara


O governo do Maranhão multou o presidente Jair Bolsonaro (sem partido) por provocar aglomerações e não usar máscara de proteção em meio à pandemia da Covid-19 durante uma passagem pelo estado. 

A ação de Bolsonaro, durante evento na cidade de Açailândia, foi contra um decreto do governador Flávio Dino (PCdoB), que implantou regras em setembro de 2020 para a conter a disseminação do coronavírus no Maranhão. 

O auto de infração não especifica o valor da multa. Ele será definido após a apresentação da defesa, que tem prazo para ocorrer em até 15 dias. No entanto, no decreto 36.531, de março deste ano, citado no auto, as multas podem variar de R$ 2.000,00 a R$ 1 .500.000,00 a depender da gravidade da infração. 




*Metro1

Nenhum comentário