Novidades


 

 


Presidente da Alba apresenta moção de pesar pela morte de Paulo Gustavo


O presidente da Assembleia Legislativa da Bahia (Alba), deputado Adolfo Menezes (PSD), apresentou moção de pesar pela morte do ator Paulo Gustavo, que aconteceu na quarta-feira (5).

“A morte de Paulo Gustavo comove o país, assim como os mais de 400 mil brasileiros que sucumbiram à Covid-19. É um grande talento que se vai, aos 42 anos, e que poderia ter sido salvo se tivesse tomado a vacina. Ninguém sabe dos desígnios de Deus, mas a vacina faltou para Paulo Gustavo e milhares de brasileiros”, argumenta o presidente.

Menezes lembrou da recusa do presidente Bolsonaro em comprar, no ano passado, 70 milhões de doses do imunizante da Pfizer. “Gastou tempo, energia e muito dinheiro com cloroquina e deixou de comprar as vacinas, tão necessárias para se enfrentar essa terrível doença e salvarmos vidas”, ressalta o chefe do Legislativo estadual.

Adolfo Menezes justificou a moção de pesar: “Paulo Gustavo era amado no Brasil inteiro. Fui ver ‘Minha Mãe é uma Peça’, no teatro e no cinema, assim como milhares de fãs. Portanto, a Alba representa o povo da Bahia nesta homenagem a este extraordinário ator. Nossos sentimentos à família, na pessoa de Dona Hermínia, e aos amigos e admiradores de Paulo Gustavo”.



*Bahia.Ba

Nenhum comentário