Novidades


 

 


Após acordo, rodoviários não farão greve em Salvador nesta segunda (7)


O acordo fechado neste domingo (6) entre os representantes do sindicato dos Rodoviários e o patronal, com a intermediação da prefeitura de Salvador, é o maior do Brasil até o momento, segundo a categoria. De acordo com Hélio Ferreira, líder sindical, Belo Horizonte fechou acordo de reajuste em 4% e Belém em 2%. Em Salvador, o impasse acabou após a apresentação da proposta de reajuste de 7,59%.

“Nós chegamos a inflação de 7,59% dividido em duas vezes a partir de maio. A segunda será paga 120 depois. Avançamos em outras questões: não será descontado o ticket-alimentação de quem comprovar com exames que teve Covid-19; a compensação será apenas de horas extras; e diminui o prazo de compensação de um ano para seis meses, caso não aconteça será pago em dinheiro. Diante disso, suspendemos a greve porque achamos que foi o melhor acordo. Belo Horizonte fechou com 4% e Belém com 2%, o restante do Brasil ainda não fechou”, disse Hélio ao Bnews.

Se a negociação não tivesse sucesso neste domingo, os trabalhadores fariam uma greve na segunda (6). Estava previsto a saída de 60% da frota de coletivos nos horários de pico (5h às 8h e das 17h às 20h) e 40% nos demais horários.



*BNews

Nenhum comentário