Novidades


 

 


Câmara aprova projeto que limita punição aos maus gestores


A Câmara aprovou, nesta quarta (16), alterações na lei de improbidade, numa votação que uniu a oposição, governistas e o Centrão.

Pelo novo texto, um agente público — de servidor público a governador — só responderá por ato de improbidade se ficar demonstrado que ele agiu de forma intencional, para causar dano ao erário e enrique ilicitamente.

Foram 408 votos a favor e 67 contra e uma abstenção. Petistas e bolsonaristas votaram juntos.

Antes do início da votação, o presidente da Câmara, Arthur Lira (PP-AL), fez um discurso forte em defesa dessas mudanças.



*Metro1

Nenhum comentário