Novidades


 

 


Com um gol marcado, Vitória tem um dos piores ataques da Série B



O Vitória ocupa uma liderança negativa na Série B: é o time com o pior ataque da competição, empatado com Sampaio Corrêa e CSA. Em quatro partidas, marcou um gol, o que dá uma média de 0,25 por jogo. Para ligar ainda mais o alerta vermelho, o rubro-negro acumula três duelos seguidos no torneio sem balançar as redes rivais.

Na quarta-feira (16), a equipe ficou no 0x0 com o Remo, mesmo resultado da rodada anterior, com o Operário-PR. Antes, havia perdido para o Náutico por 1x0. O único gol até aqui saiu no empate em 1x1 com o Guarani, na estreia. Naquele jogo, aliás, quem marcou não foi um atacante, e sim um meia - Soares.

O setor ofensivo do Vitória vem passando por mudanças, em busca de uma formação ideal. Nas duas primeiras partidas da Série B, quando Rodrigo Chagas era o técnico, o trio foi formado por David, Samuel e Guilherme Santos.

Quando Ramon Menezes assumiu, preferiu Ygor Catatau para iniciar diante do Operário-PR, no lugar de David. E contra o Remo, optou por apenas dois atacantes como titulares, Samuel e David.

Essa dupla, formada na base do Leão, foi a sensação no início da temporada. Samuel se destacou com gols e é o artilheiro da equipe, com sete, enquanto David é o líder de assistências, com quatro. Mas os dois ainda estão devendo na Série B. O centroavante até deu o passe que originou o gol de Soares, porém segue sem marcar.

Diante do Remo, Samuel participou ativamente das jogadas de ataque e foi caindo de produção até ser substituído por Dinei no segundo tempo. Já David ficou devendo: fez uma atuação apagada e saiu no intervalo, dando vez a Guilherme Santos.

O setor ganhará reforços em breve. Os atacantes Ronan e Wesley Pionteck estão recuperados de lesão e já treinam normalmente. Por outro lado, Vico segue fora de combate, por lesão na coxa esquerda.





*Correio da Bahia

Nenhum comentário