Novidades


 

 


Mulher é pedida em casamento ao receber alta após internação por Covid-19


A auxiliar administrativa Rosana Ferreira, 33 anos, foi surpreendia ao receber alta médica nesta quinta-feria (10) do Hospital de Campanha contra a Covid-19 de Itapuã. Rosana ficou 11 dias longe da família para tratar as complicações decorrentes da Covid-19 e hoje foi recebida pelo companheiro com um par de alianças nas mãos e o pedido para oficializar a união.

“Estou muito feliz. Não esperava por isso. São duas felicidades: a alta médica e ser pedida em casamento. Eu tive sintomas muito fortes. Foi horrível, mas agora estou recuperadíssima”, comemorou a auxiliar administrativa.

Rosana chegou a passar pela UTI da unidade médica. Hoje, ela se emocionou ao rever o futuro marido, Adriano Santos, 33, e a filha do casal. Adriano arrancou gargalhadas dos profissionais de saúde que acompanharam o pedido de casamento. "Você acabou de sair de uma laranjada para entrar em outra agora”, disse Adriano, ao entregar as alianças.

Adriano e Rosana vivem juntos há nove anos. A mulher sempre manifestava o desejo de oficializar a união. Quando ela contraiu se internou por causa da infecção pelo coronavírus, o marido prometeu que eles se casariam após ela receber alta. "Eu prometi que a gente iria se casar quando ela recebesse alta, mas ela não imaginou que eu já chegaria hoje com as alianças", contra Adriano.

Rosana disse que teve muito medo de morrer quando precisou se internar, mas se apegou a fé para superar todos os temores. "Tive muito medo de morrer, mas foi superado através da oração e da vontade de rever minha família", lembra.



*Metro1

Nenhum comentário