Novidades


 

 


Presidente da Liga do Nordeste diz que Caboclo não tem condição de retornar à CBF


O presidente da Liga do Nordeste, Alexi Portela, acredita que chegou ao fim o ciclo de Rogério Caboclo no comando da Confederação Brasileira de Futebol (CBF). O cartola foi acusado de assédio contra uma funcionária da entidade (relembre aqui). O dirigente acabou afastado e tem 30 dias para se defender no Conselho de Administração da CBF. Além disso, um inquérito conduzido pelo Ministério Público do Trabalho no Rio de Janeiro (MPT-RJ) apura o caso.


“Realmente é inadmissível. Ele [Caboclo] tem 30 dias para se defender, mas para mim não tem mais condições de retornar. Pelas atitudes dele que eu tenho acompanhado pela imprensa, ele não tem condição de retornar ao comando da CBF”, disse em entrevista ao programa BN na Bola, da Rádio Salvador FM 92,3.


Se Rogério Caboclo for afastado definitivamente da presidência da CBF, uma nova eleição terá que ocorrer. Nesta situação, apenas os vice-presidentes podem concorrer. São oito que ocupam esse posto na entidade: Coronel Nunes, Antônio Aquino, Castellar Neto, Ednaldo Rodrigues, Fernando Sarney, Francisco Noveletto, Marcus Vicente e Gustavo Feijó. E Alexi indicou a sua preferência em um eventual pleito.


“Acho que Ednaldo Rodrigues seria um excelente nome para assumir, mas isso serão definidos entre eles. Sinceramente não estou acompanhando muito de perto, mas Ednaldo é um excelente nome, como próprio [Gustavo] Feijó. O Nordeste merece um nordestino no comando da CBF”, completou.




*Bahia Notícias

Nenhum comentário