Novidades


 

 


Faroeste: Investigação mira em empresas de segurança ligadas a Maurício Barbosa


Empresas ligadas ao ex-secretário de Segurança Pública Maurício Barbosa entraram na mira das investigações da Operação Faroeste. Segundo a coluna Satélite, do jornal Correio, a Procuradoria-Geral da República (PGR) ligou o alerta diante do volume de dinheiro que foi movimentado desde 2013 por negócios de Barbosa no setor.

De acordo com a publicação, a análise do celular do ex-secretário teria demonstrado “a magnitude de seu poder na área de segurança”. Conforme aponta a denúncia, ele comandava ao menos duas frentes empresariais no ramo de segurança privada.

A PGR fez um novo pedido de prisão contra Barbosa ao relator da Faroeste no Superior Tribunal de Justiça (STJ), Og Fernandes. A defesa do ex-secretário disse que se trata da mesma denúncia já feita anteriormente e que é uma ação que corre em sigilo e sem acesso detalhado pela defesa.


Barbosa, que é delegado da Polícia Federal, assumiu o comando da pasta em 2011 e foi exonerado no final do ano passado.




*Bahia.Ba

Nenhum comentário