Novidades

 


Leo Prates diz que carnaval 2022 pode acontecer em ambiente controlado


O carnaval pode acontecer de um jeito diferente em 2022. Com a dúvida sobre a quantidade de pessoas que estarão imunizadas com a segunda dose da vacina contra a Covid-19, o secretário de Saúde Leo Prates indica que a festa pode ser realizada de forma híbrida.

“Temos três cenários possíveis para 2022, mas não estou dizendo que nenhum deles vai acontecer. Um cenário epidemiológico que não permita a realização do carnaval como aconteceu esse ano, o outro em um cenário ótimo que permita a realização do carnaval e um terceiro cenário, onde você tenha a doença controlada, mas que ainda não permita a volta do modelo tradicional”, disse o secretário em entrevista para a Rede Bahia na manhã desta quarta-feira.

“Seria um modelo com a população toda vacinada, em que permita a realização de eventos em ambientes controlados, como a gente viu em Londres ou Wimbledon, que você exija as duas doses da vacina e que as pessoas sejam testadas 48 horas antes da realização do evento”, explicou Prates.

O secretário também informou que pretende fazer dois experimentos científicos para analisar a eficácia da vacinação na capital baiana. O primeiro seria a imunização e o acompanhamento de toda a população que mora nas quarto ilhas de Salvador: Ilha de Maré, Ilha Amarela, Ilha de Bom Jesus dos Passos e Ilha dos Frades/Santo Antônio. Segundo Leo, a vacinação nessas localidades deve ser concluídas até a próxima sexta-feira (9).

Já o segundo, seria o evento-teste previsto para o final do mês, que vai contar com o público de 500 pessoas, sendo todas elas vacinadas com as duas doses e testadas 48 horas antes do evento. O experimento vai ser realizado no Centro de Convenções de Salvador. Após o show, as pessoas serão acompanhadas durante 20 dias.

“Estamos trabalhando nesses dois experimentos para ver o resultado da vacinação. Não só como secretário da Saúde, mas como cidadão eu interesse de ver o resultado”, pontuou.




*Bahia.Ba

Nenhum comentário