Novidades

 


PF abre inquérito para investigar Bolsonaro no caso Covaxin


A Polícia Federal abriu um inquérito para investigar se o presidente da República Jair Bolsonaro (sem partido) prevaricou no caso das supostas irregularidades envolvendo as negociações para importação da vacina contra a Covid-19 Covaxin.

O crime de prevaricação consiste na omissão de um funcionário público frente a uma irregularidade. No caso de Bolsonaro, isso teria ocorrido quando, ao ser avisado pelo deputado federal Luis Miranda (DEM-DF) sobre as “pressões atípicas” para a liberação da vacina, o presidente não fez nada para impedir o avanço da negociação.

Apesar de Bolsonaro ter foro privilegiado, a apuração pôde ser aberta, a pedido da Procuradoria-Geral da República (PGR), após autorização do Supremo Tribunal Federal (STF).




*Metro1

Nenhum comentário