Novidades

 


Presidente do Haiti é morto a tiros dentro de casa


O presidente do Haiti, Jovenel Moise, foi assassinado em sua casa nesta quarta-feira (7). A informação foi confirmada pelo primeiro-ministro, Claude Joseph. A principal suspeita é que o crime tenha sido cometido por um comando integrado por pessoas estrangeiras, opositores do presidente.

A mulher do presidente, Martine Moise, ficou ferida no ataque e foi hospitalizada. O exército do país foi requisitado para ir às ruas e manter a ordem. Há o medo de convulsão social diante da morte do presidente.

No comunicado o primeiro-ministro disse que "um grupo de indivíduos não identificados, alguns dos quais falavam em espanhol, atacou a residência privada do presidente da República" por volta da 1h e "feriu mortalmente o Chefe de Estado".

Jovenel Moïse tinha 53 anos e foi eleito presidente em 2017. Antes de ingressar na política foi um empresário de sucesso no ramo de energia. É cofundador da Companhia de Energia Haitiana (Haitian Energy Company SA), que explora a energia solar e eólica no país. Em 2012, fundou uma empresa de agronegócios voltado para a comercialização de bananas.

O Haiti é o mais pobre país das Américas e um dos mais pobres do mundo. No ìndice de Desenvolvimento Humano (IDH) ocupa a posição 168º de 187 países.



*Metro1

Nenhum comentário