Novidades


 

 


Rui quer iniciativa privada acessando sistema de vigilância para combater criminalidade na Bahia


Anunciando a ampliação do Sistema de Reconhecimento Facial e de Placas para mais 77 cidades baianas, o governador Rui Costa (PT) disse nesta terça-feira que quer a iniciativa privada acessando o sistema de vigilância para combater criminalidade na Bahia.

“Além das câmeras que o Estado instalará nas vias públicas, cada setor empresarial pode também fazer esse investimento. As agências bancárias podem colocar imagens externas e conectar a esses sistemas. Assim como shoppings ou mesmo condomínios residenciais podem conectar. Com isso, a gente vai aperfeiçoando a segurança pública”, disse em coletiva à imprensa, no CAB (Centro Administrativo da Bahia).

Na ocasião, o governador destacou que, nos empreendimentos da iniciativa privada, somente as imagens externas serão acessadas pelo Estado. “A única interna que queremos é a dos ônibus, porque é local público. A gente quer identificar e fazer a leitura facial de todas as pessoas que entrarem nos ônibus. Se tiver alguém que já assaltou ônibus, que responde por crime, essas pessoas vão ser identificadas e isso facilitará a ação policial da viatura que tiver mais próxima”, afirmou.

As imagens, de acordo com Rui Costa, poderão, além de prevenir, garantir a condenação dos acusados. “Entendo que a impunidade é o grande estímulo para a repetição sucessiva do crime, com essas ferramentas tecnológicas vamos conseguir prevenir o crime. E , naquelas outras situações em que não for possível a prevenção, vamos ter imagem para comprovar o delito e levar o autor a condenação judicial”, explicou.

No projeto, que prevê, até o final de 2022, a implantação do sistema de reconhecimento facial me mais 77 cidades, estão sendo investidos R$ 665 milhões, que inclui a prestação de serviço por meio do consórcio vencedor da licitação, o conglomerado Oi SA e Avante SA, por cinco anos.

A expansão do projeto prevê a instalação de 4.095 câmeras, priorizando a implantação nos municípios com maior quantidade de habitantes e índices criminais. O investimento prevê ainda a adoção de 3.917 terminais de rádio comunicação de voz, vídeo e dados em viaturas das unidades da Polícia Militar de Salvador e região metropolitana.




*Bahia.Ba

Nenhum comentário