Novidades


 

 


Ednaldo Rodrigues quer virar a página na CBF: ‘Muito negativa’


Ao pregar o diálogo como saída para a pacificação na cúpula da Confederação Brasileira de Futebol (CBF), o ex-presidente da Federação Baiana de Futebol (FBF), Ednaldo Rodrigues, disse nesta quinta-feira (26) querer “virar a página, que é muito negativa”. Rodrigues concedeu sua primeira entrevista como presidente interino da CBF.

Ele foi indicado na manhã da quarta-feira (25), em função do afastamento do presidente Rogério Caboclo, acusado de assédio moral e assédio sexual por funcionárias da entidade. O ex-presidente da FBF entre 2001 e 2019 era um dos oito vices da confederação. Durante o dia, em nota, a entidade confirmou Ednaldo no comando interino.

De acordo com o GE, Ednaldo Rodrigues não quis na entrevista comentar sobre o trabalho da Comissão de Ética que apura as acusações contra Caboclo, mas disse que será “implacável” com o assédio dentro da entidade.

“Isso é um ponto primordial nesse período em que estaremos administrando a CBF. Não só com as situações daqui para frente, mas com situações que possam ter ocorrido”.

Para o presidente interino, a superação da crise “se fez construindo pontes para que todos possam no diálogo resolver as questões, com diálogo exaustivo até chegar a conciliações”.




*Bahia.Ba

Nenhum comentário