Novidades


 

 


Com uma das menores taxas de mortalidade do Brasil, Hospital de Campanha de Itabuna é desmobilizado após atender 413 pacientes


Após atender 413 pacientes, o Hospital de Campanha de Itabuna foi desmobilizado neste final de semana. A unidade, montada pela Secretaria Municipal de Saúde e administrada pela Fundação Fabamed para ser uma das referências no atendimento a pacientes diagnosticados com Covid-19 na região Sul, funcionou de 26 de março a 26 de setembro deste ano, com uma das menores taxas de mortalidade do Brasil.

A secretária municipal de Saúde, Lívia Mendes, explica que a queda sustentada de novos casos permitiu a desmobilização do hospital. “Fazemos avaliações diárias da situação epidemiológica e verificamos que poderíamos, no momento, desmobilizar a unidade sem prejuízo para assistência ao paciente com Covid-19”, afirma Lívia Mendes.

O presidente da Fundação Fabamed, José Saturnino Rodrigues, ressalta que “o Hospital de Campanha de Itabuna registrou uma taxa de mortalidade geral de 17,9%, bem abaixo da média brasileira, de 38%, segundo um artigo publicado este ano na revista The Lancet Respiratory Medicine, que analisou mais de 250 mil internações”, destaca o presidente. Rodrigues pontua ainda que além da excelência assistencial, “a qualidade dos ventiladores pulmonares, camas, monitores e outros equipamentos eram excelentes e ajudaram a salvar vidas.

Na avaliação do médico e diretor do Hospital de Campanha, Eric Ettinger Jr, “cada alta foi uma vitória e tivemos 339 para celebrar. Esta é uma doença que já matou mais de 26 mil baianos e precisamos conter o avanço do vírus com a vacinação e hábitos que aprendemos ao longo da pandemia, como usar máscara, manter o distanciamento social e lavar as mãos frequentemente”, ressalta o diretor, ao pontuar ainda que a dedicação e o cuidado da equipe assistencial contribuíram decisivamente para a plena recuperação dos pacientes.

Nenhum comentário