Novidades


 

 


Correios vão leiloar itens que não puderam ser entregues aos destinatários


Na próxima segunda-feira (27), os Correios irão leiloar cerca de 61 mil itens que, após várias tentativas de entrega e terminado o prazo de direito à reclamação, não chegaram a seus destinatários.

Os valores iniciais dos lotes variam entre R$ 1.303 até R$ 85.050. Entre os objetos estão roupas, livros, peças de microinformática, acessórios para veículos, bijuterias, equipamentos eletrônicos, entre outros.

Os itens são classificados como refugos, ou seja, aqueles que não foram entregues ao destinatário ou foram devolvidos ao remetente após esgotadas todas as possibilidades e prescrito o prazo de direito à reclamação, segundo o Código de Defesa do Consumidor.

Os recursos arrecadados contribuirão para que os Correios ampliem sua capacidade de investimentos resultando em melhorias nos serviços e produtos prestados aos clientes.


Como irá funcionar?

“Serão ofertados dez lotes que são indivisíveis. Então, a pessoa que der lance a um lote é o lote todo, não serão aceitos lances para itens específicos”, explicou o chefe do departamento de infraestrutura dos Correios, Thiago Meireles.

“Dou destaque a três lotes que são os de utensílios do lar, onde temos um volume de itens relacionados a cama, mesa e banho, além de eletrodomésticos. Também podemos destacar a parte de vestuário onde temos várias camisetas, camisas, sapatos, bonés. E o grande chamariz, o item de maior volume e valor, que é o lote referente a celulares, além de seus periféricos e acessórios, capas, carregadores, fones de ouvido, tripés e etc”, detalhou Thiago Meireles.


Como participar?

Para participar, os interessados devem se cadastrar na plataforma Licitações-e do Banco do Brasil. Ao concluir essa etapa, pessoas físicas e jurídicas conseguem enviar propostas de forma eletrônica para participar da disputa online.

O edital com as informações está disponível na plataforma Licitações-e, assim como na página de licitações dos Correios.




*Bahia.Ba

Nenhum comentário