Novidades


 

 


Em pronunciamento, Lula critica Bolsonaro: ‘Incita o ódio’


Em pronunciamento na noite de segunda-feira (6), o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) criticou o atual presidente da República, Jair Bolsonaro (sem partido), por não gravar mensagem de esperança aos brasileiros e apenas estimular “divisão, ódio e violência”.

O petista afirmou que um presidente da República deve passar mensagem de esperança aos brasileiros no dia 7 de setembro. No entanto, o ex-presidente disse que Bolsonaro segue o caminho inverso: incita ódio e violência e chama o povo para o enfrentamento.

“Ao invés de anunciar soluções para o país, o que ele faz neste dia é chamar as pessoas para a confrontação, convocar atos contra os poderes da República, contra a democracia que ele nunca respeitou. Ao invés de somar, estimula divisão, ódio e violência. Definitivamente não é isso que o Brasil espera de um presidente”, ressaltou.

Lula disse ainda que Bolsonaro deveria levar uma palavra de solidariedade para as famílias que perderam entes queridos durante a pandemia da COVID-19, além de anunciar planos que gerassem emprego e que diminuíssem o custo dos combustíveis no país, além de anunciar medidas para conter a alta no preço dos alimentos.

“O Brasil andou para trás porque o governo federal parou de investir no crescimento e nos programas que ajudam o povo. Cortaram a verba das escolas, dos hospitais, da agricultura familiar e encolheram o Bolsa Família. Em nenhum país do mundo, nenhum, vai para frente sem investimento”, afirmou.




*Bahia.Ba

Nenhum comentário