Novidades


 

 


Morte de pediatra dentro de clínica na BA foi encomendada, diz polícia


Os homens suspeitos de matar o pediatra Júlio Cesar de Queiroz Teixeira, dentro do consultório onde estava trabalhando, disseram à polícia que receberam R$ 4 mil para cometer o crime. O assassinato ocorreu no oeste da Bahia e teria sido encomendado por um homem que seria o companheiro de uma mulher que teria sido assediada pelo pediatra.

“Conforme apurado nas investigações, o mandante do homicídio alegou que a vítima teria cometido um suposto assédio a sua esposa e por esse motivo determinou a morte do médico”, disse o coordenador da 14ª Coorpin/Irecê, delegado Ernandes Reis Santos Júnior.

A polícia ainda está em busca do mandante do crime.




*Varela Net

Nenhum comentário