Novidades


 

 


Comissão promove primeira audiência pública sobre privatização dos Correios


A Comissão de Assuntos Econômicos (CAE) promove na próxima quarta-feira, 6, a primeira de duas audiências previstas para debater o projeto que permite a privatização dos Correios.

O PL 591/2021 dispõe sobre o marco regulatório, a organização e a manutenção do Sistema Nacional de Serviços Postais (SNSP). A matéria, apresentada pelo Poder Executivo, foi aprovada pela Câmara em agosto.

Com relatoria do senador Marcio Bittar (MDB-AC), o texto diverge de outra matéria que tramita no Senado, a partir de sugestão popular, para que os Correios sejam retirados do programa de desestatização.

O PL autoriza a União a vender a Empresa Brasileira de Correios e Telégrafos (ECT) para a iniciativa privada. Por 18 meses após a privatização, os atuais empregados só podem ser demitidos por justa causa. Mas podem aderir a um plano de demissão voluntária em até 180 dias.

O texto também permite a exploração pela iniciativa privada de todos os serviços postais. A proposta estabelece condições para a desestatização da ECT e remete a regulação do setor à Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel).

Foram convidados para a audiência: Maria Inês Capelli Fulgitini, presidente da Associação dos Profissionais dos Correios; José Rivaldo da Silva, secretário-geral da Federação Nacional dos Trabalhadores em Empresas de Correios e Telégrafos e Similares; Maria Salette Rodrigues de Melo, presidente da Associação Nacional das Entidades Regionais de Agências de Franquias Postais (Apost) e Elias Cesário de Brito Junior, vice-presidente da Federação Interestadual dos Sindicatos dos Trabalhadores e Trabalhadoras dos Correios (Findect) e presidente do Sindicato dos Correios de São Paulo, grande São Paulo e zona postal de Sorocaba (Sintect-SP).




* A Tarde

Nenhum comentário