Novidades

 


Influenciadora conta que dormiu ao lado de cadáver de vizinho por dois meses


Em vídeo nas redes sociais, a influenciadora digital Reagan Baylee contou uma experiência macabra que viveu em maio de 2020, quando fazia isolamento social em seu apartamento em Los Angeles, nos Estados Unidos, por conta da pandemia de covid-19. Segundo ela, um cheio de peixe morto começou a tomar conta dos corredores do bloco de apartamento. O odor era tão forte que a deixava enjoada e a impedia de dormir.


Na última sexta-feira (15), Reagan compartilhou no TikTok o que realmente aconteceu naquele período. De acordo com seu relato, ela viveu durante dois meses ao lado de um vizinho morto.

A influenciadora conta nos vídeos que percebeu a entrada de aranhas no apartamento, além do cheiro muito desagradável. Ela chegou a pensar que o cachorro de um vizinho teria morrido.


“Comecei a pensar que talvez o cachorro do meu vizinho que morava à minha direita tivesse morrido e eu fiquei muito preocupada, mas minha gerente me disse que eu não poderia simplesmente começar a bater na porta dos vizinhos e incomodá-los", disse.

Quando o namorado de Reagan passou mal por conta do cheiro, ela percebeu que algo estava errado. Ela então chamou a polícia, mesmo com a administradora do condomínio insistindo em não incomodar os vizinhos.

A polícia deu um prazo de 48 horas para verificar, mas naqueles tiveram início as manifestações contra o assassinato de Geoger Floyd, e a influenciadora decidiu não chamar a polícia.


Felizmente, a administradora concordou em enviar um funcionário da manutenção para verificar de onde vinha o mau cheiro. "Ele quase não conseguiu subir as escadas. Ele arrancou a máscara e disse: 'vou pegar a chave mestra, alguém está morto'", afirmou.

A polícia chegou logo em seguida e interrogou ela e outros moradores. A influenciadora, no entanto, não deu detalhes sobre a vítima.

"Para encurtar a história, eles disseram que este foi o pior corpo decomposto que já tinham encontrado. Não vou entrar muito nos detalhes, para a privacidade da pessoa, mas vamos apenas dizer que eles foram liquefeitos e eram basicamente um esqueleto neste ponto. Todos os sintomas que meu namorado e eu estávamos sentindo eram por causa dos vapores e gases tóxicos que estavam sendo liberados do corpo", contou Reagan.





*Yahoo

Nenhum comentário