Novidades

 


Repórter deixa a ESPN por se recusar a tomar vacina contra a Covid-19


Allison Willians, repórter da ESPN nos Estados Unidos, decidiu deixar o canal por se recusar a tomar a vacina contra a Covid-19. Em declaração sobre seu desligamento, a profissional explicou que tenta engravidar de um segundo filho e, por isso, optou por não ser imunizada.

Em vídeo publicado em seu Instagram, Allison anunciou o fim de sua relação de trabalho com a companhia. “Meu pedido de acomodação foi negado pela ESPN e pela The Walt Disney Company. A partir da próxima semana, estarei me separando da empresa”, disse Allison.

Segundo a jornalista, há relatos de mulheres que sofreram de irregularidades menstruais com a imunização, o que a levou a estudar se a infertilidade seria um possível efeito colateral.

“Crença é uma palavra na qual tenho pensado muito ultimamente, porque além das apreensões médicas em relação ao meu desejo de ter outro filho em relação a receber esta injeção, também estou moral e eticamente não alinhada com este [mandato]”, explicou.

Ela ainda contou que a Disney comunicou a todos os funcionários que eles deveriam se vacinar para voltar ao trabalho. Diante da obrigatoriedade, ela optou por deixar o cargo.

“Eu realmente tive que cavar fundo e analisar meus valores e minha moral e, em última análise, preciso colocá-los em primeiro lugar. Não posso colocar um salário acima dos meus princípios. Não vou sacrificar algo em que acredito e sustento com tanta força para manter uma carreira”, finalizou.




*Bahia.Ba

Nenhum comentário