Novidades

 


Próxima de ser investigada em CPI, Coelba é alvo de denúncia de clientes por ignorar cadastro


Um simples requerimento, como a solicitação de segunda via da conta de luz, virou um transtorno para muitos clientes da Coelba. O ouvinte da Rádio Metropole, Jorge Barbosa, reclama que desde que houve a atualização do site o sistema não reconhece seu cadastro e todo mês ele tem que ir a uma agência da empresa.

“E toda vez eu não consigo fazer de novo meu cadastro. Já fui as agências de Pirajá e Capemi, e nada feito. Ontem fui pegar a segunda via e a loja estava cheia. Conversei com o pessoal da fila, e a maioria tinha o mesmo problema que o meu. Situações que poderiam ser resolvidas online, mas não conseguimos ter acesso a área de atendimento. Tentei no site, tentei no aplicativo e até pelo serviço de atendimento no Whatsapp, que só tem respostas prontas sem eficácia alguma”, afirma Jorge.

Segundo Jorge, os funcionários das lojas de atendimento admitem que o site apresenta erros.

Procurada, a Coelba diz que não identificou problemas gerais nos seus canais de atendimento, inclusive no site, nesta terça-feira (09). “A distribuidora informa que trata-se de um caso pontual e que entrará em contato com o cliente para resolver a sua situação individualmente”, diz a nota.

Nesta terça-feira (9) foi publicado no diário oficial da Assembleia Legislativa da Bahia (Alba), o requerimento para abertura da CPI da Coelba. A Comissão Parlamentar de Inquérito é de iniciativa do deputado Tum (PSC) e pretende investigar ações e omissões da empresa, responsável pela distribuição de energia elétrica no estado.

Agora, o pedido vai cumprir o rito interno da Alba e, logo depois, a CPI será instalada.




*Metro1

Nenhum comentário