Novidades

 


"PT já deu o que tinha que dar", diz ACM Neto às vésperas de sua pré-candidatura para 2022


Na manhã desta terça-feira, 16, o ex-prefeito de Salvador, ACM Neto (DEM), defendeu a alternância de poder para o Palácio de Ondina no ano que vem. A declaração foi feita às vésperas do lançamento de sua pré-candidatura para o cargo de governador.

Em entrevista para o Portal Muita Informação, o cacique democrata avaliou que o PT, do atual governador baiano, Rui Costa, “já deu o que tinha que dar”. Neto afirmou ainda que não sente “empolgação” do senador Jaques Wagner (PT) para candidatar-se à chefia do Executivo da Bahia.

“Esse ciclo do PT na Bahia está chegando ao fim. E é bom que chegue ao fim. A alternância de poder é algo que saudável para a democracia. Eles já deram o que tinha para dar. A fase deles já foi”, declarou Neto.

O ex-prefeito de Salvador também questionou a postura atual de Wagner. “Quando a gente olha nem sente no próprio senador Jaques Wagner essa empolgação toda para ser governador. Pelo menos é a impressão que a gente sente de fora. Então por que não dar oportunidade para alguém que está com muita vontade?”, declarou.

“Estou pronto para fazer o enfrentamento, com respeito pessoal. Eu não sou de ficar jogando baixo. Eu não faço política rasteira. Vou fazer o bom debate”, informou ACM Neto.




*A Tarde

Nenhum comentário