Novidades

 


'Impossível fazer Carnaval a essa altura', afirma Rui Costa


Em evento de inauguração da nova emergência do Hospital Roberto Santos e assinatura da ordem de serviço para ampliação do Hospital da Mulher, em Salvador, o governador Rui Costa aproveitou a oportunidade para deixar claro que o Carnaval "no modelo que conhecemos" não será autorizado na capital, e em todo o estado.

"Se no início de dezembro, estava difícil, agora ficou impossível. Só um completo irresponsável autorizaria Carnaval nessas condições. Não só temos morte por coronavírus, mas pelo outro vírus da gripe. Nós não teremos Carnaval nesse modelo que conhecemos", afirmou.

O gestor relembrou a quantidade de pessoas que ainda não completaram o esquema vacinal, segundo ele, 2,5 milhões de pessoas no estado.

"Alguém falar de Carnaval a essa altura do campeonato, está querendo ser irresponsável com a vida do outro, não há a mínima condição. Admitir festa com 5 mil pessoas já é difícil, ainda mais com a escala do Carnaval", explicou.


Rui Costa também ressaltou o aumento dos casos de coronavírus na Europa e as medidas que os países vem tomando para evitar mais mortes pelo coronavírus.


"Perdemos muitos trabalhadores para o vírus, enfermeiros, médicos, técnicos, comerciantes. Não faz sentido perdemos todo o esforço que essas pessoas fizeram", completou.

Até então, a decisão sobre se haveria ou não a festa estava suspensa, sem um acordo entre governador e o prefeito Bruno Reis. Entretanto, diversos artistas já haviam se posicionado contra a realização do Carnaval na capital, ao não disponibilizarem seus trios para o período, como foi o caso de Bell Marques e Gilberto Gil.





*Correio da Bahia

Nenhum comentário