Novidades


 

 


Banco do Brasil trava empréstimos a Alagoas, Bahia e outros estados de oposição a Bolsonaro


O governador de Alagoas, Renan Filho (MDB), recorreu ao Supremo Tribunal Federal (STF) para obter recursos após o Banco do Brasil abandonar as negociações sem maiores justificativas. A Bahia também enfrenta dificuldades para conseguir contratar uma operação com o banco.

Segundo o jornal Folha de S.Paulo, o Banco do Brasil tem segurado a concessão de crédito para estados comandados por adversários políticos do presidente Jair Bolsonaro (PL).

O pai do governador de Alagoas é o senador Renan Calheiros (MDB-AL), que foi relator da CPI (Comissão Parlamentar de Inquérito) responsável por investigar erros e emissões do governo federal na pandemia de Covid-19.

Ainda segundo a reportagem, nos bastidores da gestão do petista Rui Costa, na Bahia, há cobrança por "tratamento isonômico" entre os estados, mas o governo estadual, por meio da Secretaria de Fazenda, preferiu não se manifestar.

Em 2021, o BB concedeu R$ 5,3 bilhões em créditos para estados. Dois terços desse valor foram para governos aliados ou de partidos que têm nos quadros apoiadores da atual gestão federal. O banco, no entanto, negou ingerência política na concessão de empréstimos e afirmou que segue "critérios técnicos".



*Metro1

Nenhum comentário