Novidades


 

 


Bolsonaro ataca Lula e defende liberdade de imprensa, em discurso no Congresso


Durante a solenidade de entrega da mensagem presidencial ao Congresso Nacional nesta quarta-feira (2), o presidente Jair Bolsonaro atacou propostas do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, líder nas pesquisas de intenção de voto ao Palácio do Planalto.

De forma indireta, Bolsonaro disse que se sente parlamentar no Congresso e destacou que não se pode defender a regulação da mídia e uma revisão das alterações promovidas pela reforma trabalhista.

“E reafirmo meus senhores: me sinto hoje parlamentar aqui também. Não deixemos qualquer um de nós, quem quer que seja que esteja no Planalto, ouse regular a mídia. Não interessa por que, com qual intenção e objetivo. A nossa liberdade, a liberdade de imprensa, garantida em nossa Constituição, não pode ser violada ou arranhada por quem quer que seja nesse país”, afirmou ele, sem citar o ex-presidente.

Ao mesmo tempo, Bolsonaro também mandou um recado à cúpula do Judiciário, especialmente em relação à regulação da internet. “Eu espero que isso não seja regulamentado por qualquer outro Poder. Por nossa liberdade acima de tudo”, afirmou.


Redes sociais

Bolsonaro tem criticado ações adotadas pela cúpula do Judiciário para restringir o acesso e o uso de redes sociais, plataforma em que ele tem forte base de apoio. Recentemente, o Tribunal Superior Eleitoral começou um movimento para tentar contar com o apoio do Telegram nas eleições de outubro para supervisionar a disseminação de informações falsas, ameaçando até bani-la durante o processo.




*Bahia.Ba

Nenhum comentário