Novidades


 

 


Homem mata amante grávida com 'mata-leão' para não assumir bebê


Um homem de 28 anos assumiu ter matado uma mulher que estava grávida do seu filho, porque não queria assumir a paternidade do bebê. Ele está preso desde a última sexta-feira, 4, no município de Pimenta Bueno, no estado de Rondônia.

De acordo com o próprio suspeito, identificado como Gabriel Henrique Masioli, ele teria dado um mata-leão na vítima e logo depois tê-la esfaqueado com golpes na região do pescoço. Antonieli Nunes Martins tinha 32 anos e descansava ao lado do rapaz no momento do crime.

A polícia informou que os dois era colegas de trabalho e mantinham uma relação há cerca de 10 meses, sendo que Gabriel é casado com outra mulher. Antonieli estava grávida de três meses e havia revelado a notícia para o indivíduo no dia anterior ao assassinato.

Gabriel teve a prisão preventiva decretada e encontra-se preso na Penitenciária de Rolim de Moura, cidade vizinha. A defesa dele comunicou que somente irá se manifestar nos autos do processo.




*A Tarde

Nenhum comentário