Novidades

 


Em Salvador, Lula critica Bolsonaro, Lava Jato e diz que "não vai governar com ódio"


Pré-candidato à Presidência da Repúlica pelo PT, Luiz Inácio Lula da Silva disse "não pode governar com ódio e nem querendo vingança com ninguém". As falas foram ditas nesta quinta-feira (31), durante evento no Wet'n Wild, na Avenida Paralela, em Salvador.

Lula disse que a Lava-Jato fez campanha contra ele, com ajuda das rádios e emissoras de televisão."Eu vi uma placa de um companheiro que dizia assim: 'Lula, me perdoe. Eu acreditei na Lava-Jato'. Companheiro, você não tem que pedir desculpa. Você não cometeu crime. Quem cometeu crime é quem mentiu para você. Quem induziu a acreditar na mentira, com ajuda das televisões e da rádio. Companheiro, eu até já perdoei quem mentiu para você. Porque não posso governar com ódio e nem querendo vingança".

Lula criticou ainda o governo de Jair Bolsonaro (PL) por finalizar projetos inciados pelo PT, como o 'Bolsa-Família' e 'Minha Casa, Minha Vida' O petista também deu um conselho direto a Jerônimo, pré-candidato do PT ao governo da Bahia.

"Os adversários vão investigar o ventre da sua mãe para falar mal de você. Mas você tem que levantar a cabeça, porque quem abaixa a cabeça perde a vontade".




*Metro1

Nenhum comentário