Novidades

 


Otto diz não acreditar em um possível acordo entre Lula e ACM Neto


Em entrevista concedida à Rádio Sociedade da Bahia, na manhã desta segunda-feira (21), o senador Otto Alencar comentou sobre uma possível aliança entre o pré-candidato ao governo do estado, ACM Neto (UB), e o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT). Durante a participação no programa Conexão Sociedade, o parlamentar confessou que o grupo carlista votou no petista em 2002, mas afastou a possibilidade de um acordo entre o ex-presidente e Neto.

“Lá atrás, numa situação que eu era o governador da Bahia, em 2002, nós votamos em Ciro Gomes no primeiro turno. No segundo turno nós votamos em Lula. Não só eu, todo o grupo carlista votou em Lula. O próprio senador Antônio Carlos Magalhães (ACM) votou em Lula em 2022 contra Serra”, confessou o senador.

“Eu nunca suspeitei disso não (acordo entre Lula e Neto). Converso muito com o presidente e nunca percebi isso não. Ele é muito firme nas decisões dele. Ele está fazendo uma aliança com o ‘Centro’, com o Aclkmin, que foi governador do estado de São Paulo, mas não acho que ele tenha esse comportamento (de fechar um acordo com o grupo carlista). Numa pré-campanha se diz tudo. Disseram até que eu era o candidato a governador e eu não era”, concluiu Otto.




*Bahia.Ba

Nenhum comentário