Novidades

 


‘Quem pode ter colocado a faca no pescoço de Rui foi Wagner’, rebate Leão


O vice-governador da Bahia, João Leão, voltou a comentar, na manhã desta quarta-feira (16), sobre a saída do PP da base governista. Em entrevista concedida à Rádio Sociedade, o progressista rebateu o governador Rui Costa (PT), que disse, nesta terça (15), que “ninguém podia colocar a faca em seu pescoço” e “pedir que ele abrisse mão do mandato”.

“Olha, eu não sou homem de me divorciar e me separar, tanto que estou casado há 48 anos. Estive há 14 anos juntinho com o PT, mas infelizmente tem determinadas coisas que extrapolam os limites. Tínhamos um acordo. O governador Rui Costa (PT) é meu amigo, no entanto, nós acertamos fizemos um acordo”, disse Leão sobre a saída de Rui para senador, que o colocaria na cadeira do Palácio de Ondina.

Sem citar o agora ex-aliado, o governador Rui Costa (PT) fez um discurso inflamado na cidade de Almadina. O petista ressaltou que ninguém, “a pretexto nenhum, pode colocar a faca no seu pescoço e pedir que eu abra mão desse mandato”. Sobre a fala, Leão disse que o discurso deve ter sido destinado ao senador Jaques Wagner (PT).

“Se foi pra mim, não pegou. Eu nunca botei a faca no pescoço do governador Rui Costa em 7 anos de convivência. Quem pode ter colocado a faca no pescoço dele foi Jaques Wagner, que não deixou ele sair candidato a senador. Ou será que eu to mentindo? Toda a Bahia sabe que era isso que ele queria”, acrescentou o vice-governador.

Ainda durante a entrevista, o progressista afirmou que o “casamento de Rui Costa e Jaques Wagner está em crise” e esse conflito foi determinante para a saída dele da chapa. “Não tenho absolutamente nada com os problemas de Rui e Wagner, mas paguei a culpa”, pontuou.

“Será que nós estamos brincando de fazer política? Será que isso é brincadeira? Acordo é acordo e infelizmente o acordo não foi cumprido. O que nós fizemos? Fomos cuidar da nossa vida”, concluiu João Leão em tom inflamado.

Em entrevista ao bahia.ba, nesta terça-feira (15), o vice-governador apostou que o pré-candidato ao governo da Bahia, ACM Neto (União Brasil), vencerá a eleição deste ano no 1º turno.



*Bahia.Ba

Nenhum comentário