Novidades

 


Assembleia geral de sócios do Vitória julgará acusações contra Paulo Carneiro


Uma assembleia geral extraordinária dos sócios, ainda sem data, vai concluir o julgamento do presidente do Vitória, Paulo Carneiro. Eleito para um mandato que se encerraria no final deste ano, Carneiro está afastado desde setembro do ano passado. Na terça-feira (26), o Conselho Deliberativo negou um recurso apresentado pelo dirigente.

Quando do afastamento, o CD acatou um relatório da comissão processante que investigou a gestão do mandatário e acolheu as denúncias. Este documento será apreciado pelos sócios. Paulo Carneiro é acusado de pagar R$ 3.586.068,00 à Magnum sem a existência de um contrato entre o clube e a empresa e de, durante os primeiros meses da pandemia, adiantar o pagamento da própria remuneração.

Em paralelo à reunião do conselho, o vice-presidente Luiz Henrique Viana renunciou ao cargo. Ele assumiu a gestão do Vitória após o afastamento do presidente eleito por cerca de um mês, mas se licenciou do cargo seguidas vezes.

Atual presidente do conselho diretor, o presidente do Conselho Deliberativo, Fábio Mota, deve se afastar dos dois cargos. Ele é cotado para assumir a coordenação da campanha ao governo do estado do ex-prefeito de Salvador, ACM Neto (União Brasil) e já avisou ao prefeito Bruno Reis (UB) que sairá da Secretaria de Cultura e Turismo do município.



*Bahia.Ba

Nenhum comentário