Novidades

 


Justiça decreta prisão preventiva de marceneiro que matou idosa em apartamento do Itaigara


O marceneiro acusado de cometer o latrocínio da bancária Rita Maria Britto Fragoso e Silva no último dia 14 teve a prisão convertida para preventiva, após a audiência de custódia na segunda-feira (23). A informação é do Tribunal de Justiça da Bahia (TJ-BA). Agora, ele vai responder ao processo na prisão.

O homem havia realizado um serviço na casa da idosa, de 62 anos, cujo corpo foi encontrado dentro do apartamento no bairro do Itaigara.

A polícia não divulgou o nome do suspeito, por causa da Lei de Abuso de Autoridades, mas informou que ele confessou que matou a idosa e roubou alguns pertences dela, para vender. Um notebook foi recuperado com uma terceira pessoa, que havia comprado com o suspeito.




*Metro1

Nenhum comentário