Novidades

 


Sede de empresa que vendeu caminhão de lixo para governo é uma casa abandonada


Em meio a denúncias de superfaturamento na compra de caminhões de lixo por parte do governo federal, através do Ministério da Cidadania, surgem novos indícios de irregularidade nas tratativas, encabeçada por aliados do presidente Jair Bolsonaro (PL).

A sede de uma empresa que venceu pregões que somam R$ 12 milhões para compra dos equipamentos, em Goiania (GO), é uma casa abandonada e tomada pelo mato, segundo reportagem do jornal O Estado de S. Paulo.

Distante poucos metros da casa, outra empresa, registrada em nome de um beneficiário do Auxílio Emergencial do governo, e que até pouco tempo atrás vendia merenda escolar, venceu licitações no valor de R$ 9 milhões para a venda dos veículos no ano passado.

De acordo com a publicação, juntas as duas empresas estão entre as que mais venderam caminhões de lixo para o governo com preços inflados. Dos R$ 21 milhões previstos para as duas empresas de Goiânia, R$ 4,7 milhões foram direcionados pelo senador Vanderlan Cardoso (PSD-GO) para a compra de 15 veículos compactadores de lixo.




*Bahia.Ba

Nenhum comentário