Novidades

 


Infectologista alerta para aumento expressivo de Covid com início de festejos juninos


A Bahia registrou um expressivo salto no número de casos de Covid-19 entre segunda-feira (20) e a última terça-feira (21). De acordo com o Boletim Epidemiológico da Secretaria de Saúde da Bahia, nas 24 horas da terça-feira (21), 1.609 novos casos e 10 mortes pela doença foram causadas pela doença. A infectologista e ex-diretora do Hospital Couto Maia, Ceuci Nunes, fez um alerta sobre esse aumento. Para ela, esses números já são reflexo das aglomerações dos festejos juninos.

“Tivemos um salto no número de casos. Até o dia 20 [de junho], tínhamos alta, mas uma estabilidade. Ontem tivemos mais de mil casos novos no dia. Isso acho que já é o reflexo da aglomeração dessas festas. Não tenho muita dúvida. O que temos de positivo é que são casos leves. Agora sim a covid pode estar se tornando uma gripezinha. Mas ainda preocupa, porque quando aumenta muito pode atingir pessoas vulneráveis e a gente pode aumentar de novo o número de internamentos e óbitos. Embora a gente saiba que não tem a possibilidade de voltar a ser o que era antes da vacinação”, explicou

A infectologista esclareceu que o número de óbitos e internamentos ainda não são necessariamente reflexos desses festejos, uma vez que “o número de casos confirmados só reflete nas mortes e hospitalizações geralmente 3 ou 4 semanas depois”.

A especialista afirmou ainda que já é esperado um aumento expressivo no número de casos novos da doença após ass festas de São João. “É inevitável a aglomeração. Também não vamos tomar medidas drásticas considerando que só na Bahia foram mais de 11 milhões de pessoas vacinadas. Temos que ter mais cuidado com os mais vulneráveis, os mais velhos, que a gente sabe que a vacina tem um efeito menor de proteção, e as pessoas que têm comorbidade, que foram mais de 80% das pessoas internadas nesse período de pandemia”, alertou a infectologista.





*Metro1

Nenhum comentário