Novidades

 


Retrospecto do confronto entre Bahia e Criciúma é marcado por equilíbrio


Depois de seis anos, Bahia e Criciúma voltarão a se encontrar. Amanhã, as duas equipes medirão forças na Fonte Nova, às 16h30, pela 10ª rodada da Série B do Brasileiro.

Foi também pela segunda divisão que os dois times se enfrentaram pela última vez. O resultado foi positivo para os tricolores. Pelo Brasileirão de 2016, o Esquadrão bateu o Tigre por 2x0, na Fonte Nova. Victor Rangel e Luiz Antônio marcaram os gols.

Apesar do triunfo no último jogo, o histórico do confronto é marcado por equilíbrio. Em 20 partidas, cada um venceu sete vezes e outros seis duelos terminaram empatados. A conta leva em consideração jogos pelas Séries A, B e C do Brasileiro.

Diante de um retrospecto tão equilibrado, o goleiro Danilo Fernandes prega cautela. Para ele, o Bahia precisa ter paciência para não se complicar na partida.

“Sabemos que vai ser um jogo muito difícil. Vimos o último jogo do Criciúma (0x1 Cruzeiro) em que teve um jogador a menos e perdeu no detalhe. É uma equipe que não tem bola perdida, parece que não cansam. Temos 90 minutos e acréscimos para conseguir o gol. Não podemos nos desesperar se alguma coisa não sair no início. Vamos em busca do triunfo, mas precisamos entender a partida. Vamos ter que saber sofrer”, analisou.

Jogando como mandante, o Bahia enfrentou o Tigre nove vezes e nunca foi derrotado. Ao todo, foram quatro triunfos e cinco empates.

Por sinal, a boa fase como mandante é um dos trunfos para somar mais três pontos diante do seu torcedor. O clube bateu todos os rivais que encarou na Fonte Nova na Série B. Enquanto isso, o Criciúma ainda não conseguiu vencer como visitante. Em quatro partidas, foram duas derrotas e dois empates.

O time catarinense voltou a disputar a Série B em 2022 após conquistar o acesso na Série C, em 2021. Com apenas duas vitórias em nove partidas, a equipe briga na parte de baixo da tabela.

Casa cheia
Apesar da derrota para o Tombense por 1x0, na última rodada, a expectativa do Bahia é de contar com casa cheia diante do Criciúma. Até ontem, cerca de 20 mil ingressos haviam sido garantidos pela torcida. A conta leva em consideração os sócios com acesso garantido e os bilhetes vendidos de maneira avulsa.

Na visão de Danilo Fernandes, o apoio das arquibancadas será um ingrediente a mais para conquistar os três pontos. O Bahia iniciou a rodada na terceira colocação, com 16 pontos. O Cruzeiro lidera, com 22.

“É o primeiro jogo em casa em um sábado, às 16h30. Horário bom para assistir e jogar. Expectativa enorme, queremos contar com o nosso torcedor... A gente adora ver a Fonte Nova lotada. A nossa expectativa é fazer uma linda festa”, avisou Danilo.



*Correio da Bahia

Nenhum comentário