Novidades


 

 


PDT vira entrave para presença de Marcelo Nilo na chapa de ACM Neto


O PDT virou um entrave para a presença do deputado federal Marcelo Nilo na chapa de ACM Neto (UNIÃO) ao governo da Bahia, como candidato a vice-governador. Rival histórico de Nilo, o presidente do partido na Bahia, Félix Mendonça Júnior, tem se posicionado contra a presença do parlamentar do Republicanos na majoritária, segundo apurou o Metro1.

Interlocutores de ACM Neto dizem, inclusive, que tem se tentado viabilizar uma possível candidatura de Nilo a deputado federal, caso este fique fora da chapa. No entanto, Nilo tem dito a aliados que, se não for vice, pretende abandonar a política, como noticiou a edição desta semana do Jornal da Metropole.

Um ex-deputado próximo a Neto e a Nilo disse, reservadamente, que a chance do deputado federal ser o vice caiu significativamente. Um suposto dossiê que os governistas teriam contra ele também é um empecilho para a presença do republicano na chapa. Além disso, há um risco de aliados romperem, caso Nilo seja escolhido o vice.

À reportagem, o pré-candidato do União Brasil disse torcer para não haver ruptura no grupo. "Eu espero que não. Não sei. Não sou presidente de outros partidos. Não posso falar por ninguém, exceto o União Brasil. Alguns partidos que não estão nesta briga (pela vice) vão conosco incondicionalmente. Vou procurar conduzir da melhor forma para tentar evitar qualquer perda nessa escolha da vice", disse ACM Neto ao Metro1.




*Metro1

Nenhum comentário