Novidades

RETROSPETIVA 2017: Confira os principais fatos que marcaram a política neste ano


Turbulência é uma palavra que tem marcado o cenário político nacional nos últimos anos. Em 2017, essa realidade não foi diferente. O governo Temer teve seu primeiro ano “cheio” e ameaçado por denúncias de corrupção dos mais variados tipos e estilos, viu-se diante de uma corda bamba que exigia esforço duplo para tentar manter-se no poder e aquecer a economia do país.

No cenário local, a polarização entre as figuras do governador Rui Costa e do prefeito de Salvador, ACM Neto, ficou cada vez mais clara. Ambos são os principais nomes e prometem uma disputa dura pelo comando do Palácio de Ondina em 2018.

Isso e um pouco mais você encontra na nossa retrospectiva 2017 para a política. Confira.

JANEIRO

Após dois mandatos de Paulo Câmara (PSDB), chegou a vez de Léo Prates (DEM), mesmo partido de ACM Neto, assumir a Câmara Municipal de Salvador. Aliado do da administração municipal, caberá a ele liderar a casa até o final de 2018, ano importante, que contará com eleições majoritárias para presidente e governador.

A queda do avião que transportava o ministro do Supremo Tribunal Federal (STF), Teori Zavascky, em 19 de janeiro, levantou uma série de dúvidas nos olhos curiosos e espantados, que tomavam conhecimento do caso. O fato de ser ele o responsável inquérito da Lava Jato só aumentou as dúvidas em torno do acidente. Passado quase um ano, nada foi provado, mas os céticos insistem em duvidar que tenha sido “apenas” uma tragédia.

RETROSPETIVA 2017 Confira os principais fatos que marcaram a política neste ano 3
Foto: Ministro Teori Zavascky/Divulgação

FEVEREIRO

Após uma década sob o comando de Marcelo Nilo (PSL), a Assembleia Legislativa da Bahia viu, em 2017, o deputado Ângelo Coronel (PSD) assumir o cargo. Prometendo mais democracia, transparência e redução de custos, Coronel fechou 2017 devolvendo mais de meio milhão de reais aos cofres públicos.

O mês da maior festa popular do planeta teve, como um dos pontos mais polêmicos, as manifestações da Baiana System, que comandou o coro de “Fora Temer” durante as suas apresentações nos circuitos da folia. Ameaçados de serem expulsos da folia por conta do seu comportamento político-ideolológico, eles receberam o apoio de fãs e artistas.

RETROSPETIVA 2017 Confira os principais fatos que marcaram a política neste ano 4
Foto: Baiana System/Divulgação

MARÇO


RETROSPETIVA 2017 Confira os principais fatos que marcaram a política neste ano 5
Foto: Edilson Lima | Ag. ATARDE
Protestos organizados por movimentos sindicais pararam as principais avenidas da capital, BR-324 e alguns municípios espalhados pelo interior no dia 15. O grupo se posicionou contra a polêmica reforma da Previdência, que o governo Temer ainda trabalha para aprovar no Congresso Nacional. Os representantes dos sindicatos afirmam que o projeto retira direitos históricos dos trabalhadores.

ABRIL 


RETROSPETIVA 2017 Confira os principais fatos que marcaram a política neste ano 1
Foto: Arquivo Pessoal
De férias em Lisboa, Portugal, um baiano não imaginava que o registro de sua esposa em um hotel se transformaria em manchete da maioria dos grandes veículos espalhados pelo país. Na imagem, ele flagrou o deputado federal Arlindo Chinaglia (PT-SP) em um bate-papo com o ministro do Supremo Tribunal Federal, Gilmar Mendes. Detalhe: Chinaglia foi denunciado por suposta cobrança de propina à Odebrecht, em troca de liberação de obras. Os valores chegariam a R$10 milhões. O inquérito da Lava Jato é relatado pelo ministro Edson Fachin, colega de Gilmar Mendes.

MAIO


RETROSPETIVA 2017 Confira os principais fatos que marcaram a política neste ano 2
Foto: Arquivo Pessoal
A prefeitura de Jequié, no interior do estado, virou piada após distribuir mochilas gigantes para os alunos da cidade. O objeto era tão grande que os pequenos podiam ser “escondidos” no interior das mochilas. Após a repercussão, a administração municipal emitiu nota na qual afirmava que, ao dar atenção a esse tipo de questão, a sociedade deixava “para trás desafios importantes que o próprio município terá pela frente”.

O vereador e músico Igor Kannário também deu as caras no mês de maio. Durante sua apresentação na Micareta de Feira de Santana, em maio deste ano, o cantor acusou uma policial feminina (PFem) de agredir os foliões que curtiam sua participação na festa. “Ô PFem! Você é só uma PFem, eu sou mais autoridade do que você: eu sou vereador! Me respeite! Procure o seu lugar!”, disse.

Neste mês recheado, ainda tivemos a delação dos Irmãos Batista, donos do grupo JBS, que implicou diversos políticos, sem discriminação de partidos.

JULHO


RETROSPETIVA 2017 Confira os principais fatos que marcaram a política neste ano 6
Fotos: Divulgação
O mês de julho pode ser considerado o mais problemático para o presidente da Assembleia Legislativa, Ângelo Coronel, durante o seu primeiro ano de mandato. Isso porque os deputados de oposição decidiram boicotar as sessões da Casa e nenhum projeto foi aprovado neste período. Os deputados afirmavam que Coronel só colocava em votação projetos de interesse do governador Rui Costa.

O mês também teve a primeira condenação do ex-presidente Lula. O petista foi sentenciado em primeira instância pelo juiz Sérgio Moro a nove anos e seis de prisão, por conta do famoso caso do triplex do Guarujá. A defesa do ex-presidente recorreu e ele continua respondendo ao processo em liberdade.

AGOSTO


RETROSPETIVA 2017 Confira os principais fatos que marcaram a política neste ano 7
Foto: Prefeito João Dória/Blog ‘O Cafezinho”

Foto: Prefeito João Dória/Blog ‘O Cafezinho”
O prefeito de São Paulo, João Dória, foi “homenageado” por manifestantes durante a sua passagem por Salvador, quando recebeu o título de cidadão soteropolitano. “Vão lá defender o Maduro e jogar ovo lá na Venezuela”, alfinetou o político ao receber uma ovada.

“Quanto ao Janot, eu o considero o procurador-geral mais desqualificado que já passou pela história da Procuradoria. Ele não tem preparo jurídico nem emocional para dirigir um órgão dessa importância”. Com esta frase, o ministro do Supremo Tribunal Federal, Gilmar Mendes, fez a sua disputa verbal, acompanhada de perto pelos veículos de imprensa, atingir o seu ápice. Decisões polêmicas de parte a parte fizeram duas das figuras mais importantes da sistema jurídico do país entrarem em rota de colisão diversas vezes ao longo ano.

SETEMBRO


RETROSPETIVA 2017 Confira os principais fatos que marcaram a política neste ano 8
Foto: Divulgação Polícia Federal
O mês de setembro foi bombástico, com a descoberta do bunker do ex-ministro dos governos Lula e Temer, Geddel Vieira Lima, que escondia R$ 51 milhões em malas e caixas em um apartamento no bairro da Graça. Com as digitais cravadas na montanha de cédulas, ele foi preso dias depois.

A aprovação do governo Temer atingiu o menor patamar histórico no mês de setembro, com apenas 3% de aprovação. Este é pior desempenho entre os todos os presidentes já pesquisados.

OUTUBRO

Em uma espécie de antecipação da disputa pelo governo do Estado, Rui Costa e ACM Neto têm trocado farpas ao longo de todo ano. Em outubro, quando o prefeito anunciou que construirá um centro de convenções na região da Boca do Rio, o governador, que é responsável por projeto semelhante no Costa Azul, não gostou nem um pouco.

Por 251 votos a 233, a Câmara dos Deputados rejeitou a segunda denúncia da Procuradoria Geral da República (PGR), apresentada contra o presidente Michel Temer. Temer e os ministros Eliseu Padilha (Casa Civil) e Moreira Franco (Secretaria-Geral da Presidência) eram acusados por formação de organização criminosa e obstrução da Justiça.

Foto: Marcelo Camargo/Agência Brasil

NOVEMBRO

A mais recente pesquisa de intenções de voto para o governo do Estado esquentou a disputa entre Rui Costa e ACM Neto. Divulgada pelo instituto Paraná, ela mostrou Neto à frente, com 49% das intenções de voto, contra 33,7% do atual dono da cadeira, Rui Costa.

RETROSPETIVA 2017 Confira os principais fatos que marcaram a política neste ano 9
Fotos: Divulgação

DEZEMBRO

O prefeito de Salvador, ACM Neto, apareceu na lista de brasileiros do ano, feita pela revista Istoé. Ele foi apontado como um dos destaques na categoria política e homenageado ao lado de importantes nomes das mais variadas áreas.

O improvável, para não dizer impossível, aconteceu. Há anos tendo o seu nome envolvido nos mais variados esquemas de corrupção e desvio de dinheiro público, o ex-prefeito de São Paulo e atual deputado federal, Paulo Maluf, foi parar atrás das grades.

RETROSPETIVA 2017 Confira os principais fatos que marcaram a política neste ano 11
Foto: Deputado Paulo Maluf/Divulgação Agência Brasil

Como se pode ver, 2017, de fato, não foi um ano comum.


*Simões Filho Online

Nenhum comentário