Novidades

Bolsonaro confirma mais duas parcelas do auxílio emergencial


O presidente Jair Bolsonaro confirmou, durante transmissão nas redes sociais realizada na noite de ontem (4), a prorrogação do auxílio emergencial por mais duas parcelas.

O valor, no entanto, será inferior aos R$ 600 recebidos por trabalhadores informais, autônomos e aqueles que ficaram sem renda durante a pandemia de coronavírus. Ao anunciar a redução, o chefe do Executivo não especificou qual será a nova quantia.

"Vai ter, também acertado com o Paulo Guedes, a quarta e a quinta parcela do auxílio emergencial. Vai ser menor do que os R$ 600, para ir partindo exatamete para um fim, porque cada vez que nós pagamos esse auxílio emergencial, dá quase R$ 40 bilhões. É mais do que os 13 meses do Bolsa Família. O Estado não aguenta. O Estado não, o contribuinte brasileiro não aguenta. Então, vai deixar de existir. A gente espera que o comércio volte a funcionar, os informais voltem a trabalhar, bem como outros também que perderam emprego", disse ele.

Nenhum comentário