Novidades

 


Caso Robinho gera conflito entre jornalistas de esporte na Globo


O caso Robinho gerou uma racha nos bastidores da Globo. De acordo com o UOL Esportes, vários nomes do setor de esporte da emissora não gostaram do posicionamento de Caio Ribeiro, que saiu em defesa do atacante acusado e condenado em primeira instância por estupro na Itália.

A publicação afirma que os superiores precisaram intervir para acalmar os ânimos entre os profissionais.

A confusão foi causada por uma fala de Caio durante a participação no programa ‘Tá na Área’, do SporTV. O ex-jogador foi acusado de relativizar a situação de Robinho. A publicação aponta o núcleo feminino como o mais irritado com a afirmação de Caio.

“A gente tem que tomar cuidado até ter todas as informações e até a Justiça, que tem tudo isso, decretar que ele é culpado ou inocente. Se ele for culpado, não é porque ele é um ídolo ou jogou muito… Tem que ser punido como qualquer pessoa, porque estupro é uma coisa muito grave. Sou pai de uma menina e não imagino o que eu faria se alguém encostasse um dedo na minha filha. Mas acho que todo mundo merece o benefício da dúvida. A gente não tem todas as informações, então vamos esperar. Quem tem que julgar é a Justiça. Isso é a primeira coisa e a minha forma de analisar os fatos”, afirmou Caio.

Do outro lado, Casagrande viralizou na web com uma opinião sobre o caso durante sua participação no ‘Globo Esporte SP’. O ex-jogador se mostrou indignado com a situação e diferente de Caio, recebeu apoio do público e de colegas da Globo pela opinião.

“Eu estou assustado com a sociedade brasileira. Não é o apedrejamento do Robinho, é o apedrejamento da moral da sociedade brasileiro. Não podem se inverter os valores. O Robinho está condenado a nove anos de prisão por violência sexual na Itália. Recorreu, mas, neste momento, é condenado. Eu fico assustado com o que acontece no Brasil”, disse Casagrande.

O UOL Esportes afirma que a emissora defendeu a pluralidade de opiniões da emissora, e por isso Caio e Casagrande podem falar o que quiser sobre o assunto.



*Bahia.Ba

Nenhum comentário