Novidades


 

 


Pontaria afiada: Bahia tem melhor ataque entre 20 clubes da Série A


O início da temporada 2021 do Bahia vem sendo desenhada por altos e baixos. Em busca de regularidade, a equipe tem tido exibições muito abaixo do esperado e apresentações com goleadas a favor que deixam a impressão de que o time tem boa margem para evolução.

Nos momentos de alta, o que tem chamado a atenção é a efetividade do setor ofensivo. O Esquadrão é até aqui o dono do ataque mais positivo entre os 20 clubes da Série A.

O Bahia balançou as redes adversárias 24 vezes em 13 jogos por Copa do Nordeste, Campeonato Baiano e Copa do Brasil, uma média de 1,84 gol por partida. Em números absolutos, o clube baiano é seguido de perto pelo Grêmio, que aparece em segundo lugar. O time gaúcho anotou 22 gols entre o estadual e a Libertadores, porém tem média melhor (2,75), pois precisou de somente oito partidas O Atlético-MG fecha o top-3, com 15 gols.

Na outra ponta da lista, o Athletico-PR não balançou a rede e tem o pior rendimento entre as equipes da primeira divisão, mas só entrou em campo uma vez na temporada porque o Campeonato Paranaense foi paralisado por causa da pandemia do coronavírus. Na sequência, Ceará e América-MG aparecem com seis gols cada - o estadual cearense parou pelo mesmo motivo.

A alta do ataque do Bahia é puxada pelo bom rendimento dos jogadores que fazem parte do time principal. O elenco treinado por Dado Cavalcanti foi responsável por marcar 17 dos 24 gols. Os outros sete foram anotados pela equipe de transição, que está em 6º lugar no Campeonato Baiano e jogou uma partida do Nordestão - venceu o Salgueiro por 3x2, na primeira rodada.

Com o time principal, o Bahia tem se notabilizado por aplicar goleadas neste início de ciclo. Contra o Altos, no domingo, em Pituaçu, o duelo terminou com placar de 5x0. O resultado poderia ter sido ainda maior caso o tricolor não tivesse desperdiçado chances claras. O time ainda reclamou de pelo menos três impedimentos duvidosos em jogadas cujos atletas ficariam em condição para marcar.

Outras goleadas já haviam acontecido contra Sport e Campinense. Enquanto os pernambucanos foram goleados por 4x0, em Pituaçu, pela Copa do Nordeste, os paraibanos amargaram eliminação na primeira fase da Copa do Brasil com derrota por 7x1 no estádio Amigão, em Campina Grande. Essas três partidas somadas representam dois terços dos 24 gols.

“Ainda temos jogadores a chegar, jogadores que vão estrear. Nosso grupo vai se fortalecer, está longe de estar pronto. Mas tenho boas perspectivas para o ano do Bahia. Mesmo com a limitação de atletas, nossa equipe vem se virando bem”, analisa o técnico Dado Cavalcanti. 

O zagueiro Luiz Otávio e os volantes Matheus Galdezani e Jonas ainda não estrearam. O atacante Oscar Ruiz tem a contratação encaminhada, mas não foi oficializada.

Diante de tantas goleadas, os homens de frente têm feito bem o trabalho de colocar a bola na rede. Dos 24 gols marcados, 16 foram de atacantes. Gilberto puxa a fila com cinco, sendo quatro deles marcados diante do Altos, que garantiram ao camisa 9 a artilharia da Copa do Nordeste ao lado de Dellatorre, do CSA.

Aparecem na lista ainda: Rossi (3 gols); Rodriguinho, Gabriel Novaes, Ronaldo (2); Marcelo e Daniel Penha (1). Fora os atacantes, também comemoraram os meias Patrick (2), Bruno Camilo (2) e Caio Mello (1) e o lateral Juninho Capixaba (2). A lista tem um gol contra, marcado por Kemerson, do Campinense.


Melhores ataques entre os clubes da Série A: 

Bahia: 24 gols 
Grêmio: 22 gols
Atlético-MG: 15 gols
Inter: 13 gols
Juventude: 12 gols
Cuiabá 12: gols
Atlético-GO: 11 gols
Sport: 11 gols
Chapecoense: 11 gols
Corinthians: 10 gols
São Paulo: 10 gols
Flamengo: 10 gols
Fortaleza: 9 gols
Palmeiras: 8 gols
Santos: 8 gols
Bragantino: 8 gols
Fluminense: 7 gols
América: 6 gols
Ceará: 6 gols
*Athletico-PR: 0 

* O Athletico fez apenas um jogo na temporada 2021 por conta da paralisação do Campeonato Paranaense em virtude da pandemia do coronavírus. 




*Correio da Bahia

Nenhum comentário