Novidades

 


Polícia Federal cumpre 27 mandados de prisão em São Paulo por fraudes em merenda escolar

A Polícia Federal (PF) e o Ministério Público Federal (MPF) deflagraram, nesta terça-feira (26), a segunda parte da Operação Cadeira Alimentar. A ação investiga fraudes no fornecimento de merenda escolas em cidades de São Paulo. Ao todo, foram expedidos pela 4ª Vara Federal de Ribeirão Preto (SP) 27 mandados de prisão temporária e 55 de busca e apreensão. 

A investigação apura irregularidades em processos licitatórios e desvio de verbas para a compra de merenda escolar em pelo menos 50 municípios. Entre os alvos da operação estão empresários, lobistas, servidores e ex-servidores públicos, uma vereadora, ex-prefeitos, secretários e ex-secretários de governo.

Além da capital, a ação ocorrer nas cidades de Americana, Atibaia, Campinas, Franca, Garça, Matão, Orlândia, Paulínia, Rio Claro, São Carlos, São Joaquim da Barra, São José do Rio Preto, São Roque, Sorocaba, Sumaré, Taquaritinga e Votorantim, no interior; Cotia, Itapevi, Jandira e Osasco, na região metropolitana de São Paulo; Guarujá, Cubatão, Praia Grande, Santos e São Vicente, na Baixada Santista.

Os investigados vão responder por organização criminosa, fraude a licitações, falsidade ideológica, corrupção ativa, prevaricação e corrupção passiva. As penas, somadas, podem chegar a 28 anos de prisão.



*Radar da Bahia

Nenhum comentário