Novidades

CAMAÇARI: Município registra 11 homicídios e uma tentativa no mês de setembro


Camaçari fechou o mês de setembro com o registro de 11 homicídios e uma tentava de homicídio, de acordo com a Secretaria de Segurança Pública da Bahia (SSP-BA). Entre as vítimas, nove foram homens e duas foram mulheres. A maior parte dos crimes aconteceu na orla. 


Um dos casos de maior repercussão foi a morte de Sônia dos Santos, de 50 anos, ocorrida no dia 09, após ela passar duas semanas internada no Hospital Geral de Camaçari. De acordo com a Polícia Civil, a vítima foi atingida por aproximadamente 50 golpes de arma branca e os suspeitos de serem os autores são um casal e as duas filhas, de 12 e 10 anos de idade. O casal foi preso pela equipe da 18ª Delegacia Territorial de Camaçari um dia após a morte de Sônia. A adolescente de 12 anos teve um Boletim de Ocorrência Circunstanciado (BOC) lavrado e encaminhado ao Ministério Público da Bahia, por ato infracional análogo ao crime de homicídio. Já a menina de 10 anos não assinou o documento, como determina a lei do Estatuto da Criança e Adolescente. No dia 11, o policial militar Ítalo Andrade Pessoa, de 27 anos, e o fuzileiro naval, Cleberson Santos Ribeiro, 29 anos, foram mortos a tiros em um terreno, localizado no Estrada Velha de Monte Gordo. A motivação, segundo informações, teria envolvimento com grilagem de terra, por parte de outros policiais. O caso está sendo investigado. Já no dia 13, a jovem Jaqueline Santos de Jesus, de 21 anos, foi brutalmente espancada no bairro de Machadinho. O principal suspeito é o ex-companheiro da vítima, que foi preso dois dias depois por equipes da 4ª Delegacia de Homicídios de Camaçari. Jaqueline chegou a ser socorrida para o HGC, porém não resistiu aos ferimentos. 

De acordo com a polícia, uma arma branca foi ultizada na agressão. A motivação teria sido passional.




*Camaçari Notícias

Nenhum comentário