Novidades

 


Ocupação de UTI em hospitais privados tem queda em todo o país


A taxa de ocupação de leitos de UTI para pacientes com Covid-19 em hospitais privados do país caiu em média 13 pontos percentuais, de 98% para 85% nas últimas duas semanas, e as instituições já começam a retomar as cirurgias eletivas suspensas no período de maior sobrecarga.

As informações são do jornsl Folha de S. Paulo, com base em dados da Anahp (Associação Nacional de Hospitais Privados) e vêm de 56 hospitais de excelência de todo o país.

Entre as regiões, as instituições do Sul aparecem com a menor taxa de ocupação das UTIs, com 80,4%, e o Sudeste com a maior (87,3%). Nordeste, Norte e Centro Oeste, estão com 84%.
Segundo Antônio Brito, diretor-executivo da Anahp, essa queda é um fenômeno nacional que se dá com mais ou menos velocidade dependendo da situação da epidemia em cada estado.

Ele diz que um dos principais reflexos da redução pode ser observado na fila de pacientes que existia fora dos hospitais à espera de um leito de UTI.

Estava um cenário tão horroroso, com 150%, “160% de ocupação, que chegando agora em 85% e 90% é uma situação que em outras circunstâncias seria chamada de crítica, mas agora parece boa”, afirma ele.




*Bahia.Ba

Nenhum comentário